5 de nov de 2005

Tocando na cachola


(Ângela Romero - Imagem captada aqui.)


"Clavo mi remo en el agua
Llevo tu remo en el mío
Creo que he visto una luz al otro lado del río

El día le irá pudiendo poco a poco al frío
Creo que he visto una luz al otro lado del río

Sobre todo creo que no todo está perdido
Tanta lágrima, tanta lágrima y yo, soy un vaso vacío

Oigo una voz que me llama casi un suspiro
Rema, rema, rema-a Rema, rema, rema-a

En esta orilla del mundo lo que no es presa es baldío
Creo que he visto una luz al otro lado del río

Yo muy serio voy remando muy adentro sonrío
Creo que he visto una luz al otro lado del río

Sobre todo creo que no todo está perdido
Tanta lágrima, tanta lágrima y yo, soy un vaso vacío

Oigo una voz que me llama casi un suspiro
Rema, rema, rema-a
Rema, rema, rema-a

Clavo mi remo en el agua
Llevo tu remo en el mío
Creo que he visto una luz al otro lado del río
"
(Al Otro Lado del Río - Jorge Drexler)


--------


Update - a pedidos:


"Cravo meu remo na água
Levo seu remo comigo
Creio que vejo uma luz do outro lado do rio

O dia vai vencer pouco a pouco o frio
Creio que vejo uma luz do outro lado do rio

Sobretudo creio que nem tudo está perdido
Tanta lágrima, tanta lágrima, e eu, sou um copo vazio

Ouço uma voz que me chama ... quase um suspiro
Rema, rema, rema-a
Rema, rema, rema-a

Nesta margem do mundo quem não é presa é vadio
Creio que vejo uma luz do outro lado do rio

Eu muito sério vou remando
E bem lá dentro, sorrio
Creio que vejo uma luz do outro lado do rio

Sobretudo creio que nem tudo está perdido
Tanta lágrima, tanta lágrima, e eu, sou um copo vazio

Ouço uma voz que me chama ... quase um suspiro
Rema, rema, rema-a
Rema, rema, rema-a

Cravo meu remo na água
Levo seu remo comigo
Creio que vejo uma luz do outro lado do rio"


(Versão a la Sweet, obviamente cabe recurso...)

Um comentário:

Felipe F. disse...

Música maravilhosa.