30 de set de 2011

As melhores do Renato

Parece cocaína, mas é só tristeza.

Mentir prá si mesmo é sempre a pior mentira.

Quando se aprende a amar,o mundo passa a ser seu.

Disciplina é liberdade, compaixão é fortaleza, ter bondade é ter coragem.

Sei que faço isso pra esquecer: eu deixo a onda me acertar e o vento vai levando tudo embora.

É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã.

Quem me dera ao menos uma vez, como a mais bela tribo, dos mais belos índios, não ser atacado por ser inocente.

Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração? E quem irá dizer que não existe razão?

Descompasso, desperdício, herdeiros são agora da virtude que perdemos

Quando o sol bater na janela do teu quarto, lembra e vê que o caminho é um só.

Tudo é dor, e toda dor vem do desejo de não sentirmos dor.

Destes dias tão estranhos fica a poeira se escondendo pelos cantos

Esse é o nosso mundo: o que é demais nunca é o bastante e a primeira vez é sempre a última chance.

Já entregamos o alvo e a artilharia, comparamos nossas vidas e esperamos que um dia
nossas vidas possam se encontrar.

E de pensar nisso tudo, eu, homem feito, tive medo e não consegui dormir





Frases soltas do Renato Russo. Deu saudade. Culpa do Rock in Rio. Salve, poeta primeiro da minha geração. Depois vem o Cazuza.

15 de set de 2011

Dúvida cruel

Em que década mesmo começou a ser considerado ridículo ser romântico? Foi nos anos 90? Esqueci...


5 de set de 2011

Todo poema tem sua semente no sentir ou na ideia? Não sei dizer. Mudo tanto e tão constantemente, que os ritos da palavra tornam-se nebulosos... Assim, de onde vem os poemas? Não vem dos acontecimentos, disse o poeta. Vem do momento translúcido que se vislumbra, estende-se a palma e lá brilha ele, mas tão fugaz... Como um sonho brando, tão difícil de recordar na manhã que segue... Súbito entre uma inspiração e uma expiração teu olho fixa o vazio ao longe... Ele reina tão sombrio naquela paisagem, árdua a visão estreita-se em busca... Pronto, se não o captura, passou...




Fonte



"Penetra surdamente no reino das palavras.
Lá estão os poemas que esperam ser escritos.
Estão paralisados, mas não há desespero,
há calma e frescura na superfície intata.
Ei-los sós e mudos, em estado de dicionário.
Convive com teus poemas, antes de escrevê-los.
Tem paciência se obscuros. Calma, se te provocam.
Espera que cada um se realize e consume
com seu poder de palavra
e seu poder de silêncio.
Não forces o poema a desprender-se do limbo.
Não colhas no chão o poema que se perdeu.
Não adules o poema. Aceita-o
como ele aceitará sua forma definitiva e concentrada
no espaço.

Chega mais perto e contempla as palavras.
Cada uma
tem mil faces secretas sob a face neutra
e te pergunta, sem interesse pela resposta,
pobre ou terrível, que lhe deres:
Trouxeste a chave?"
(CDA)

4 de set de 2011

Estou com saudades da Marisa Monte

Assistindo uma entrevista no Jô com o Arnaldo Antunes, imediatamente me lembrei de quem? Da Marisa Monte, lógico. E cheguei a conclusão de que estou com saudades dela. Gente, por onde anda a Marisa Monte? Mande notícias, Marisa.

Prá relembrar aqueles shows memoráveis.




Marisa Monte - Volte Para O Seu Lar/Borboleta por EMI_Music



Prá matar.