21 de dez de 2006

"So this is christmas"

O natal pode ter muitos significados inadequadamente a ele atribuídos. É um fato com o qual nos resta conviver (ou não, de preferência). O maior significado da festa, porém, está nas pessoas. Para isso ele existe. "Para lembrar e ser lembrados", como dizia o poeta. E este blog é, para mim, além de palavras e canções, pessoas. As três coisas de que mais gosto no mundo.



Feliz Natal para todos!

12 de dez de 2006

Quirino

No subtitle : versos do Jessier Quirino, poeta paraibano aloprado de que, estou certa, já falei por aqui, e que está com página nova no ar. Muito boa, por sinal, vale a visita. Apenas não o faça com o Opera, que não vai...

O homi..




Vem dele (embora seja dito popular, esclareço) a frase do dia e da semana: "conselho e tabaco, só se dá a quem pede".


6 de dez de 2006

Quarta

No quengo: faz dias (desde que vi Anos Rebeldes, para ser exata) que, de vez em quando, vem a minha cabeça o discurso do Vandré: "Se vocês pensam ... que me apoiam... vaiando... gente... gente... por favor... tem uma coisa só... a vida não se resume a festivais".

Ui...

Não precisa falar quem é Vandré, a pobre criatura, precisa? O Wiki fala por mim.


---------


Na internet - 1: acabo de ler na Wikipedia que existe no mundo 50 milhões de blogs. Eu disse 50 MILHÕES. Ui.


---------


Na internet - 2: artigo no site no minimo sobre as capas das revistas masculinas da semana (vão lá correndo ver, animais). O mais engraçado de tudo é ver homens sugerindo tendências e buscando tecer lerdas filosofias acerca de um tema simples, tosco e imutável: homens querem ver mulheres nuas. Mais hilário ainda perceber que os homens pensam que as mulheres se enganam sobre isso. Bom, por essas e outras é que sempre aviso: cuidado, homens. Quando mandarmos em tudo, não estou muito certa sobre o que sobrará para vocês... Bom, quem avisa amigo é.


---------


No cinema: esse eu quero ver. O Labirinto do Fauno. Guilherme del Toro também filmou HellBoy, cês viram? Eu vi e gostei. Uma foto que vale estar aqui:




---------

Na tv : ontem entrou para minha lista de filmes-a-ver-completos (o mal de ver filme na tv é perder o final; e o mal do cinéfilo é o sono, eu repito) este Adaptação. Eu já o paquerava na prateleira da locadora a tempos, agora o flerte é definitivo. Bom, só para ver Meryl Streep já valeria a pena, o fato entretanto é que, apesar de toda loucura típica dos filmes que buscam ser uma história dentro da história (vejam sinopse, se gostarem de spoilers e quiserem entender melhor a trama meio amalucada), o filme me pegou. O final, que não vi, aparentemente é uma bomba, mas mesmo isso condiz, ao que me parece, com o que pretenderam os autores da obra. Muito interessante. A propósito, eu não gostei de Quero Ser John Malkovich, da mesma dupla diretor/roteirista Spike Jonze/Charlie Kaufman.

Uma foto da musa para amenizar o blá-blá-blá:

4 de dez de 2006

Dicionário de Pessoas

amiga - Si
branquinha - Brí
carnaval - Con
Copa - Jôka
Dércio - Ci
escrota - Vi
Europa - Lu
irmã - Gabi
mangá - Lu
mocinha - Qué
pequena - Nil
ruivinha - Vilmetes
sapato - Gil
vaquinha -

"Sigunda"

Eu tenho mesmo um problema com dar ordens: nem o blogger me obedece logo, né uma merda?

------------

A postou 101 Coisas sobre ela e também me deu uma vontade de fazer, mas me deu uma preguiiiiiça... Essa mania de lista que me persegue, vixe... Mas essa preguiça...

-------------

Também ando com muita preguiça de postar coisas que valham a pena. Deve ser preguiça-de-final-de-ano. Cês tem? Eu tenho, todo ano. Não é depressão-de-fim-de-ano que tanta gente tem (porque adoro natal e ano novo), é preguiça mesmo. Ok, ok, é canseira. Tem uma lista(!) de coisas prá fazer que só faço agora ano que vem, claro. Em 2006, agora, só o essencial. Dane-se o mais.

-------------

Além de preguiçosa, ando altamente pornofônica neste fim de ano. Sorry, babies (prá quem não gosta de palavrão, claro). Apesar disso eu sou uma mocinha educadinha, acreditem, quando não me enchem o saco.

-------------

Falar em preguiça, eu ainda tenho uma prova quinta-feira. Apesar disso, não abri um livro hoje. Segunda sem lei. Beijos a todos. Vou ali dar aula de matemática.

2 de dez de 2006

Coisas da tela e da semana

"Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.
"
(Drummond - Poema de Sete Faces)

---------------

Sonhar com banquete faz a gente acordar empanzido. Faz sim. Ou se trata apenas de se ter comido muito antes de dormir e meramente a realidade se reflete no sonho. Talvez.

---------------

Jung não concordaria com isto. É, comecei a pensar nesse cara depois de ver um filme em que ele está. Jornada da Alma. Recomendadíssimo, altamente. Bem falou a moça da locadora (que é, diga-se de passagem, das melhores atendentes de locadora que eu já vi): "como esse filme não passou na sua vida até aqui?". Estranho mesmo, porque não é tão novo(2002) e é bem certo que foi um filme com que me entendi, mas nunca tinha pensado em pegar nem mesmo havido ouvido falar. Completando, estou apaixonada pela atriz que interpreta a protagonista, Sabina Spielrein. Que mulher fascinante, senhores, e que atriz (Emília Fox, não conhecia...). Bravo.





Na foto, a cena, em minha opinião, mais comovente do filme.

O link do Adoro Cinema, só para não quebrar o hábito.

---------------

Mercy! Está passando Uma Linda Mulher (precisa de link? Seria subestimar os leitores...) na tv aberta. Que milagre, o filme é legendado.

---------------

O Opera, o browser, cá entre nós, merece um parênteses aqui. Teria perdido este post à pouco não fosse ele. Cliquei no link do Jung no editor do blogger, mas, ao voltar, o post estava inteirinho, cabeça, troncos e membros. Ó céus, o inferno do blogueiro é perder um post, vocês sabem.