31 de mai de 2005

Decifrado o enigma

(Este era para estar no MaisEna, porém anda meio rebelde o Sapo, talvez com o meu abandono, heheheheheh)

Diálogo familiar :

Mãe: - Clara, quem nasceu primeiro, o ovo ou o galinha?
Filha: - A galinha, claro, porque quem bota o ovo é ela.
Mãe: - Sim, mas a galinha veio de onde?
Filha: - De um ovo.
Mãe: - E quem botou esse ovo?
Filha: - Uma galinha.
Mãe: - Então, quem nasceu primeiro, o ovo ou o galinha?
Filha (s/titubear): - O ovo, que quem botou foi DEUS!!!!!!!!!

Ô, desleixo...

Babado - Em entrevista ao Domingão do Faustão, Benício disse que a demora foi em função do casal querer olhar bem pro filho antes de decidir o nome.

Que desculpa ruim, hein?

Pois é, o garoto dos globais Giovanna Antonelli e Murilo Benício nasceu, mas só quase uma semana após o nascimento ganhou um nome. Só posso pensar que são pais desligados, ocupados demais, que não vivenciaram nada a gravidez, para que nem o nome da pobre criancinha tenham se dignado a escolher. Clara, antes de sabermos o sexo, já era Clara, ou Lucas... (isto por conta de um médico que fez a ultrasom logo no início, antes do tempo certo de ver o sexo, e disse que achava que aquilo eram ovinhos e provavelmente seria um menino)

25 de mai de 2005

Lu Naomi, ...

... tu é um amor, sabia?

Gentem, A NAOMI MANDOU O GUIA DO MOCHILEIRO DAS GALÁXIAS PRÁ MIM, 'creditam!!!!!?!!??!! Preciso repetir: vocês estão fazendo meu aniversário muito feliz. Não só os que me mandaram presente: as mensagens e os beijos e a energia boa também estão sendo super-hiper bemvindos!

As leituras das férias estão garantidas. Infelizmente agora não vou poder ler nada, até 13 de junho estou escrava da dogmática jurídica e de exemplares com títulos como: Eles, os juízes, vistos por um advogado. É mole ou quer mais?

Aproveito a oportunidade para fazer um adendo especial aqui sobre a Lu. A Lu, todo muito sabe a pessoa especialíssima que é. E muito quanto a eu estar aqui hoje e ao Maio existir devem-se a ela, que foi quem primeiro me ajudou sobre blogs e sempre foi uma criatura dulcíssima e gentilíssima. E para completar, é ela e suas sugestões, juntamente com as da Bruna, quem insufla em mim o gosto por esta literatura infanto-juvenil-fantástica (leia-se, Harry Potter, Lemony Snicket e outros) pela qual me apaixonei depois de velha, e que me renova. Muito obrigada, Luzinha.

E para completar, sobre a Lu, também não dá para falar só dos seus dotes psicológicos, certo? Se bem que achei que ela se expôs demais, mas... tudo bem. Vejam só a foto que a menina tirou de biquini ... Aê, Lu, não resisti...

24 de mai de 2005

Feito bóia ébria boiarei

Essa recebi do Marcelo na lista enanenes, e fui logo me apropriando. Considerei um presente (ando tão egocêntrica por esses dias). Da Adélia também. Este, compensou outro presente de grego que me deram hoje. Foi nisso que resultou assistir Tróia neste fimde, deve ter atraído... Não me deu nada de bom, até porque, ô filminho ruim... Mas vamos ao que realmente importa:

Deus me abreviou os dias tormentosos. Me pôs em maio. Estou em maio. Tenho olhos de novo para moitas floridas margeando a estrada, a mesma onde há pouco Teodoro me levava tentando me reanimar. Abelhas, poeira, um pouco de frio e a luz que só com inocência se descreve :

"hoje fui com minha mãe na casa de vovó Bibina. O dia estava azul-claro e o sol também era amarelo-claro. Minha mãe levou só eu, porque o Luizinho queria colo e ela estava com pressa de chegar por causa do meu pai querendo que ela ajudasse ele a trocar telhas no quartinho de guardar serragem. Tinha duas moitas de uma flor amarela no caminho que minha mãe não deixou eu pegar por causa da pressa. Ela falou assim : ô mês bonito que é maio! Vovó Bibina estava rezando, mandou eu esperar lá pra eu não escutar a conversa e ficou cochichando com minha mãe. Com certeza estavam falando de tia Salô. Quebrei um galho de gerânio e fiquei cheirando e mastigando ele enquanto olhava as galinhas. Na volta a mãe estava mais calma, mas mesmo assim não teve sofrimento de me esperar catar as flores. Em casa acendeu uma vela para Nossa Senhora do Perpétuo Socorro falando assim : bem que eu podia ter deixado você fazer o ramalhete”.

Ramalhete!? Era minha mãe que assim falava? Nunca deixava ver seus brincos de diamante. Pra ela não ralhar comigo e eu perder o amarulez do dia, fiquei muito calada, gozando na sabedoria o caro acontecimento de ter razão na frente de um adulto. Ô mês bonito que é maio! Maio que volta e traz minha mãe, meu pai, vovó Bibina e minha saúde que nunca acabarão, porque o destino do que é ou foi é para sempre ser. Uma vela não se finda, vai para o lugar onde se formam os maios e os meninos, para onde vão os que chamamos mortos. Tudo retorna na “luminosa estação”. Purga-se para mais vida o que vive, por isso dói às vezes o grande corpo de Deus.
Meu pai afunda as mãos na serragem, catando e pondo num balaio os abacates maduros. Vovó Bibina abre o livro na mesma página encardida. Escrevo sem a prancheta, sem almofada às costas e o que não falta é tempo para apanhar as flores. Eterna é uma palavra doce, é terna. "


(Adélia Prado, "Manuscritos de Felipa", Ed. Siciliano)

23 de mai de 2005

A primeira vez a gente não esquece

Quando fiz a listinha de desejos lá no Submarino não pensava que de verdade mesmo ganharia algum presente algum dia. Mas daí veio a Mônica e desfez o mito: hoje recebi um presente delicioso (a sempre querida Isabel Allende) pelo meu aniversário e, porque não dizer, pelo do Maio,26 também. Muito especial mesmo porque é a primeira vez que isso acontece comigo na rede, pela via menos pessoal e identificável que é a do blog, eu que sempre fui bem reservada em termos de internet. Além do mais, tenho a impressão de que ando vivendo num mundinho meio hostil, hostilidade esta que se agrava pelas dificuldades financeiras que cercam os que me cercam e aqueles que eu cerco. Demonstrar carinho é um gesto que se perde no redemoinho da vida, a gente quer bem as pessoas mas o hábito de fato se esvai. Não pensem que este pensamento me deixa triste. Ao contrário, me traz alegria perceber que este é um lugar bom para mim, este mundo ainda que virtual dos blogs, e que sou reconhecida pelos amigos que aqui fiz, apesar do pouco tempo de blogueira. Que sejam como os meus amigos do mundo concreto, poucos mas para sempre. Também me anima o pensamento de que o ser humano semnpre é capaz de trazer sua marca para um universo estranho a sua natureza, não é? Ainda não absorvi por completo tantas novidades, mas vejo que estou no caminho certo.

Mil beijocas, Moniquinha, obrigada pela surpresa linda.

18 de mai de 2005

Assim como são as cobras, são as criaturas humanas.

------

Update - De fato, devo concordar com o Fernando: as cobras não merecem semelhante comparação.

Para todo mundo que comentou o post mandando energia positiva, aquele abraço!

17 de mai de 2005

I can explain

Não trabalhei hoje.
Não trabalharei quinta.
Amanhã será um provável-dia-em-que-não-poderei-montar-um-post-decente por conta do excesso de trabalho.
É uma droga que seja assim em semana de pré-aniversário.
Estou fazendo um curso sobre os aspectos jurídicos da reprodução assistida. Hummm... É impressionante como são sabidos estes juristas, pensando em coisas pelas quais as pessoas comuns não despertam. Pensam que é só ir ali fazer um bebê de proveta e acabou-se.
Bom, perceberam que escrevo por pura saudade, certo? Linha de raciocínio zero. Viram que mulher safada aquela deputada de Rondônia?
Acrescento que estou também em pré-semanas-de-provas-da-faculdade. Não se esqueçam também que 26 de maio será não só o aniversário do Maio, 26, mas também de sua dona, podem providenciar o presentinho consultando os meus Sonhos de Consumo aí ao lado. Hehehehe. Virtualmente é fácil ser pidona!

15 de mai de 2005

Um domingo musical

Primeira parte musical do domingo. Saldo:

"Mas se Deus quiser
Tudo, tudo, tudo vai dar pé
Tudo, tudo, tudo vai dar pé"


Segunda parte musical do domingo. Saldo sujeito a modificações até o final do dia:

Oito horas da noite. Filha de seis anos trancada no quarto com a amiguinha ouvindo Malhação 10 anos. Precoce adolescência. Acho que estão fechando as asinhas às costas da minha menina(***). Estão lá as duas a horas conversando tolices.

***Explicação - Ontem alguém me disse que até os sete anos as crianças são anjos de verdade. Humanos, só depois dos sete. Inspirador, concordam? Não sei de onde saiu a teoria...

13 de mai de 2005

Yes!



Terra - A época do vinil já passou, dizem. Mas ainda é possível ouvir antigos compactos e LPs, em vez de só lidar com CDs e tem muita gente que prefere assim. Um bom dispositivo para isso é o toca-discos da ELP Corp. Ele traz o vinil para o século XXI, substituindo a agulha (que quebra, fica "rombuda" e arranha o disco) por raios laser.

Fiz bem em guardá-los! Pior que, nem conto a vocês, Clarinha conseguiu quebrar o meu toca-discos que consertei após muitos anos encostado. Foram apenas alguns meses de audição dos meus amados vinis... Falar disso, vocês já visitaram o meu abandonado blog Os Vinis da Sweet? Não, não desisti dele, nem dos meus vinis...

Dai a César o que é de César



Viva!

Lygia Fagundes Telles ganha Prêmio Camões, para escritores da língua portuguesa

Sobre a grande contista de obras como A disciplina do amor, clique em sua foto.

12 de mai de 2005

Ainda na casa dos milhões, bilhões...

Espaço Vital - O casamento de Ronaldo e Cicarelli não chegou a ser oficializado. O casal aguardava a separação de Milene Domingues, mãe do único filho de Ronaldo. Mas como Ronaldo e Daniela celebraram um contrato civil - válido pelas leis da Espanha - nele está previsto que, em caso de dissolução da união, Ronaldo pagará 4,5 milhões de euros

Ê, mulézinha cara, sô...

Espanto nenhum

Após haver olhado meu extrato da conta do Unibanco esta semana, é perfeitamente compreensível para mim uma notícia como esta. Observo que aumentou em mais de 60% o que paguei em juros de cheque especial no mês de abril, tendo utilizado-o na mesma proporção dos meses anteriores. Sobre isto, informou-me a gerente do banco que o banco mudou a política de juros do banco, agora calculados na forma de juros compostos, "como já é feito em outros bancos a muito tempo e só agora o Unibanco adotou, patati-patatá" ... Se o Itaú teve lucro de 1,141 bilhão, e o Bradesco, de R$ 1,205, comparados, os R$ 401 milhões do Unibanco parecem mesmo fichinha... A consequência de tudo isso tá ali dentro da minha agenda, ou melhor, não está mais em meu bolso, mas no dos banqueiros...

10 de mai de 2005

Eu quero, eu quero, eu quero...

... colocar uma carinha nos meus comments, ou seja, pelo que pude captar, colocar uma carinha no meu cadastro no Haloscan, para que em meus comentários nos blogs amigos ela apareça. Quem me ensina? Se for muito longa a resposta, manda por email para a caixa-postal do Maio (se não perceberam, ele agora tem uma - primeiras comemorações de aniversário).

Voltando a carinha: são coisinhas assim que, não sei porque, deixam a gente satisfeita, portanto ajudem a titia. Tudo isso me lembra o lindo post intitulado "Razões para se reconhecer feliz" que li hoje na Mônica. Vão lá ver.

9 de mai de 2005

O Cálice

Eu não disse que agora recomeçaram as novidades?

Não gostei do poster de Harry Potter e o Cálice de Fogo. Muito sem graça. E saiu um trailer, está lá no novo site do filme, que é bem precário, é verdade. Ah, não pude ainda assisti-lo, porque a porcaria do meu micro do trabalho queimou mais uma vez e fui ver em outro aqui que não tem o QuickTime. Para completar a internet está uma carroça. Vejam por mim, até amanhã.

8 de mai de 2005

Professor Severus Snape



Depois do coméntário da Lu, e insuflada pela leitura dos posts sobre Love Actually no Belas Imagens, fiquei aqui matutando sobre o Alan Rickman...

Será que este homem só faz personagens sarcásticos, arrogantes, indiferentes? Com ele assisti, só neste fim de semana, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban e a comédia romântica citada no parágrafo anterior. Outros: Rasputin, Dogma e Robin Hood. Sempre vilões, ou no mínimo anjos azedos, como em Dogma. E aí, prumode, se é uma figura tão simpática (veja foto)? Que cisma, hein!!!!!!

Para os filhos

"Os filhos, como os livros, são viagens ao nosso interior, nas quais o corpo, a mente e a alma invertem seus rumos, regressando ao próprio centro da vida".
(Isabel Allende)

Feliz dia das mães!

7 de mai de 2005

Romantismo não se cura. Ponto.

Porque será que toda vez que vejo esse filme fico tão boba?

God Only Knows
Beach Boys
Composição: Brian Wilson/T.Asher

I may not always love you
But long as there are stars above you
You never need to doubt it
I'll make you so sure about it

God only knows what I'd be without you

If you should ever leave me
Though life would still go on believe me
The world could show nothing to me
So what good would living do me

God only knows what I'd be without you

God only knows what I'd be without you

If you should ever leave me
Well life would still go on believe me
The world could show nothing to me
So what good would living do me

God only knows what I'd be without you (God only knows)

6 de mai de 2005

“Vou voltar, sei que ainda vou voltar”

A TV Cultura está organizando mais uma vez, após quatro décadas, um festival de música, o Festival Cultura – A nova música do Brasil. Como era de se esperar, já fico atenta e feliz. Foi um período grandioso aquele em que as emissoras de TV faziam festivais, período que se estendeu até os últimos da década de 80, estes últimos dos quais me recordo com saudade, do surgimento de artistas tantos, como Oswaldo Montenegro, Lucinha Lins, Jessé, canções como A Massa, e por aí vai. Enfim, foram tempos bons que não voltam mesmo. Vou conferir, com certeza. Inscrições até 15 deste mês. Não sei quando começam as eliminatórias, quem souber pode me avisar. O festival termina em outubro.

------

* a frase do título deste post é, para quem não sabe (porque escrevo isso? Eu sei que vocês sabem...), da canção Sabiá, de Chico Buarque e Tom Jobim, vencedora do polêmico Festival de 1968. Leia um pouquinho sobre a tal polêmica aqui, no último quadro do texto. Quem quiser ler sobre as profundezas dessa canção, entra aqui

5 de mai de 2005

Balde na cara

Roubado lá da Mônica, que mudou para uma linda casa, e prá ver se eu me animo:

1 - Qual a sua palavra favorita?
Azul.

2 - Qual a palavra que menos gosta?
Escroto.

3 - O que te empolga?
Viagem.

4 - O que te desanima?
Liseu.

5 - Qual o seu palavrão favorito?
Porra. Sai sem eu pensar.

6 - Qual som você adora ouvir?
Água.

7 - Qual som você odeia?
Carro roncando escandalosamente na minha rua.

8 - Qual profissão, além da sua própria, você gostaria de exercer?
Literatura .

9 - Qual profissão você jamais gostaria de exercer?
Contabilidade.

10 - Caso exista paraíso, o que você gostaria de ouvir Deus dizer quando você chegasse?
"A vida começa agora."

Reaberta a temporada: muitas novidades

Faltando pouco mais de dois meses para a saída do quinto livro da série HP, recomeçam a surgir mil e uma notícas, e eu, desatualizada que só, farei aqui um resumão das últimas:

-Fotos e trechos de um comercial de TV do filme Harry Potter e o Cálice de Fogo, aqui. Gostaram da foto do cálice de fogo que escolhi para colorir o Maio aí embaixo? Sobre o vídeo, é curto, porém há uma cena bem legal de Harry nadando no lago durante a prova do torneio. O filme deve estrear em novembro de 2005, quando teremos mais uma vez nova onda pottermaníaca, até a saída do filme referente ao livro 5, A Ordem da Fênix, previsto apenas para 2007, para tristeza dos fãs. Duvido que o sétimo e derradeiro livro saia antes.



-Daniel Radcliffe está confirmado para este filme de 2007. Era uma grande dúvida, por conta do crescimento dos meninos; sobre Rony e Hermione não há nada, pelo que apreendi. Em A Ordem do Fênix Harry tem 15 anos; creio que o ator terá em torno de 19 anos. Dá prá passar. Acho muito mais fácil a menina, Emma Watson,permanecer, já que as mulheres depois de pouca idade (12, 13 anos) já param de crescer e ficam com a aparência de mulher. Os meninos mudam. Ah, também preferiria que mantivessem Rony e Mione, se fosse para excluir algum ator. Não gosto muito da atuação do Daniel.

-E por fim, as novidades confirmadas pela autora no próximo livro, que o Nuno enviou:

+ mais uma personagem irá morrer

+ irão surgir mais duas novas personagens. Uma delas chama-se McLagan e a outra Felix Felicis que por acaso é o nome do 14º capítulo deste livro

+ Grope, o meio-irmão de Hagrid aparecerá e estará mais controlado neste livro

+ o Mr. Fudge, ministro da Magia será substituído e o mundo mágico estará em guerra

+ Harry terá direito a um pequeno romance neste livro, apesar de Cho Chang não ter nenhum interesse amoroso nele

+ também saberemos o que aconteceu com Peter Pettigrew

+ agora que Lucius Malfoy está "ocupado", será a mãe de Draco, Narcissa Malfoy, que aparecerá mais vezes

+ mais informações sobre a família de Harry, incluindo os seus avós

+ a profissão dos pais terá uma grande influência na história deste livro e algo extremamente importante sobre Lilian Potter, a mãe de Harry, será revelado

+ saberemos qual a forma do patrono de Snape e o seu maior medo que, pelas palavras da autora, será importante para o enredo

+ mais factos sobre o nascimento de Voldemort serão revelados e que ajudarão a perceber o porquê de ele ser tão maligno

+ saberemos a razão pela qual Harry e Voldemort não morreram quando este tentou matar Harry quando ainda era bebé.

+ neste e no próximo livro, saberemos porque razão Dumbledore confia tanto em Snape, o porquê de Rowling matar Sirius Black no 5º livro, ainda mais sobre a inimizade entre Snape e Sirius e sobre a cicatriz de Harry.

A propaganda é o segredo do negócio

Em uma lanchonete que não é nenhum pé-de-escada, localizada lá na rua de lazer da faculdade, uma grande faixa anuncia:

"MULHERES BONITAS E INTELIGENTES LANCHAM NA VIRACOPOS".

Que diabo de propaganda é essa?

1 de mai de 2005

Amor é um livro - Sexo é esporte
Sexo é escolha - Amor é sorte

Amor é pensamento, teorema
Amor é novela - Sexo é cinema

Sexo é imaginação, fantasia
Amor é prosa - Sexo é poesia

O amor nos torna patéticos
Sexo é uma selva de epiléticos

Amor é cristão - Sexo é pagão
Amor é latifúndio - Sexo é invasão

Amor é divino - Sexo é animal
Amor é bossa nova - Sexo é carnaval

Amor é para sempre - Sexo também
Sexo é do bom - Amor é do bem

Amor sem sexo é amizade
Sexo sem amor é vontade

Amor é um - Sexo é dois
Sexo antes - Amor depois

Sexo vem dos outros e vai embora
Amor vem de nós e demora

(Amor e Sexo - Rita Lee/Roberto de Carvalho/Arnaldo Jabor)