16 de out de 2008

Mais ou menos

Acho que vou passar mais ou menos um mês sem micro em casa. Logo agora que voltei a me divertir com este negócio. Tudo por causa da *porra* do notebook de apenas 2 meses que resolveu estar com o leitor de cd quebrado. A *porra* da HP vai mandá-lo a São Paulo para consertar. A SÃO PAULO. Estou em Recife. Odeio a globalização, e as grandes empresas.

Não entendo mais esse mundo. Não há jeito.

(Perdoem os palavrões, deve ser a TPM. Não gosto de escrever, embora fale bastante.)


-----------


Não entendo este mundo quando vejo na televisão que : (1)um pai e uma mãe tiveram sua filha de 15 anos sequestrada; (2)sua filha foi solta; (3)sua filha retornou ao local do crime para participar das negociações para que a outra refém fosse solta; (3) acabou ficando lá, de novo.

Aqui.

Não consigo entender coisas como esta. Que diacho de pai e mãe são esses? Que polícia é esta?


------------


Voltei a ler notícias. Não sei porquê.


------------



Não tenho sorte com micros novos, definitivamente. Casa de ferreiro, espeto de pau.

Ó céus, como vai ser com a pós ead? Que quizila! Só pensei nisto agora!

Nenhum comentário: