10 de out de 2008

J.K. Rowling - A Year in the Life





Assisti ontem, no GNT, graças ao Con, que me avisou, e à filhota, que programou para mim (senão eu esquecia...), o documentário com a J.K. Rowling, e amei.

Não imaginava que ela fosse tão triste. Digo, sabia de toda sua difícil história de mãe solteira, antes de virar a criadora de HP, mas sabe o que sempre imaginamos não é? O sucesso apaga todas as feridas - não é assim, isto é certo...

Adorei mais ainda a J.K.Rowling depois disso. Por que a tristeza é sempre tão bela? Não que a alegria seja feia, mas a tristeza... a tristeza tem mistério, seduz. Toca. A fragilidade expõe a alma, e quando a alma é bela, ela, mostrando-se inteira, é uma verdadeira paisagem!



-----------------



Joanne contou que está escrevendo um "conto de fadas político". E eu fiquei a pensar se, de certa forma, ela já não ensaiou, ao menos, este feito, em Harry Potter, com sua Dolores Umbridge hitleriana...

Um comentário:

Conrado Falbo disse...

que bom que vc conseguiu assistir. eu terminei perdendo! vou ver se vejo a reprise hoje...