18 de jun de 2008

Questões

Porque há dias em que falta tanta beleza que se torna insuportável concluir as horas?

Ou será que não falta beleza?

Faltará apenas a lente do simples? (onde a perdi?)

Porque não poderá ser a vida tão somente um ciclo contínuo de notícias que se repetem de forma cômoda, estável, descansada, desprovida de desassossegos?

Por que não repousar mente, alma, coração? Como um corpo que deita na areia e espera moldar-se ao chão?

Clímax prá que?

Excesso prá que?






"Queria ser uma árvore velha
Com mais de mil anos
Não ter coração
Somente folhas, não
Folhas, paciência e grandes raízes
"
(Amauri Falabella)

Nenhum comentário: