17 de fev de 2009

Sendo carnaval, o poema é de natal

Se perguntamos, porque não aos poetas?





Não interessa se é carnaval, Vinícius é Vinícius e o belo irresistível.

Sobre o filme , eu só digo: assistam...


"Para isso fomos feitos:
Para lembrar e ser lembrados
Para chorar e fazer chorar
Para enterrar os nossos mortos —
Por isso temos braços longos para os adeuses
Mãos para colher o que foi dado
Dedos para cavar a terra.
"



Tão simples...

Agora danou-se, vou lê-lo até enjoar, apaixonada uma vez mais...



-----------------------



UPDATE - A propósito, Diler, bem que busquei algo de Vinícius sobre carnaval, mas a despeito deste aqui que encontrei, acho que ele não gostava muito dessa festa... Ao contrário de mim, que gosto muito. Estranho, porque Vinícius combina com carnaval, SMJ. Claro que é uma conclusão ilógica considerando que Vinícius criou Orfeu...

Nenhum comentário: