25 de mar de 2008

Joyce canta...

... saudades de fim de tarde!

Ê manteiga derretida véia!


"De quem falo me acha direita
Se casa comigo, se rola e se deita
Me namora quando não devia
E quando eu queria me deixa na mesa
De quem falo me fala macio
E finge que entende o que nem escutou
Me adora e me quer tão somente
Enquanto que mente é o que acreditou
Esse homem que passa na rua
Que encontro na festa e me vira a cabeça
É aquele que me quer só sua
E ao mesmo tempo que eu seja mais uma
De quem falo ele é feio e bonito
Mais velho e menino, meu melhor amigo
É o homem da cor brasileira
a loucura e a besteira que dorme comigo.
"
(Da Cor Brasileira - Joyce)




Captado aqui.


----------


Essa conversa de manteiga derretida me lembrou a cena que vi naquele programa de pegadinhas da noitinha ("Sorria, você está na Record!"). Um casal de velhinhos se beija apaixonadamente num shopping e todos ficavam olhando, espantados.

Tenho pensado na velhice, ultimamente. É fatal que um dia se pense nela, na verdade é necessário. Já não tenho mais vinte anos (apesar da carinha de 22, kkkk), tô chegando aos quarenta, e não serei a primeira a ficar para semente. Não sinto isso, mas é fato. Não sentindo, pois, que eu pense ao menos um pouco na velhice. Na velhice não. No passar do tempo. Assim é um bom começo.

Olho minha pele firme e penso: vai enrugar. Olhe sua mãe, criatura. Muito estranho tudo isso será, melhor então preparar o terreno. Será que não mais quererei beijar na boca um dia, de tão velha que estarei? Só porque minha boca vai estar murcha? Acho difícil, espero que não. Hoje escutei uma frase de alguém que não aprecio que talvez expresse o paradoxo de ser velho: "ter uma mente de vinte num corpo de sessenta é um problema". Rapaz, deve ser mesmo. Já começo a perceber tal desavença. Talvez a Palpi tenha que me ensinar um bocado de seus OMMMMMMMSSSS para que eu consiga passar por mais essa. Afinal, a última metamorfose quase me quebra: sair da adolescência. É, saí outro dia. Quer dizer, creio que saí. Saí? Saí nada. Hoje de tarde 'tava mandando torpedo pelo celular... Aijisus, não acredito que contei isso....

Nenhum comentário: