5 de mar de 2008





----



O Jôka chamando-me Sweet Valentine lembrou-me a razão deste apelido (Sweet) com que assino o blog. Na verdade foi justamente da música My Funny Valentine que ele veio, e a razão foi tão somente por ser meu nome Valentina. Presente do caro amigo Nuno (como vai a Su e a prole?), da quase inativa (pena...) lista enanenes. Daí a apaixonar-me pela canção foi fácil, encantadora como ela é. Ainda mais na voz suave e insegura do Matt Damon. Do filme The Talented Mr. Ripley, mas não preciso colar link, decerto vocês já assistiram. Aproveitem a canção para sonhar. Porque "sonhar é simples", afinal. E porque tem de haver algo bom e belo nesta vida, ah, se tem.

Nenhum comentário: