11 de mar de 2008

Birthdays

Apesar de todo inferno.
Todo calor.
Meninos de rua jogando malabares nos sinais. Sorrindo ou não de rostos grudados nos vidros do carros.
Trânsito caótico.
Violência.
Crescimento desordenado, com tudo que pode surgir de bom e mau em uma cidade que literalmente explode.

Apesar de tudo, Recife é linda e inesquecível. Entra no sangue da gente de um jeito que fica muito difícil de sair.

Vou sentir saudades quando daqui me for. Principalmente destas ruas que foram um dia amenas, da região em que vivo: Aflitos, Rosarinho, Espinheiro. Parque da Jaqueira. O rio. Tá bom, vou me lascar de saudades. Mas ainda falta um pouco, infelizmente, contudo (é um sentimento dúbio). De qualquer maneira, eu sempre soube mesmo que não ia ficar para sempre.




Parque da Jaqueira - captada aqui.


Ai, eu ia esquecendo a razão de tudo isso.

FELIZ ANIVERSÁRIO, cidade linda!

Presentinho:



Como certos bichos,
necessito caminhar estas ruas,
espalhar meu odor e reconhecê-lo entre seus quintais.
As pedras percebem meus passos,
amoldam-se ao peso do corpo.
Os muros são livres
e vagam comigo ao que percorrem meu sussurro.
É leve o sol,a brisa, as faces
que tocam minha pele com olhos serenos
por estes caminhos perpetuamente cravados na memória. .
Reflito-os e transcendo-os.
São seus jardim meus corredores,
minha cama suas esquinas,
sua praça minha mesa farta.
Jamais estarei distante deste lugar.




-----------


O outro aniversariante do período é Meu Filho. Completou um ano de casa hoje (Recife completará 471 amanhã, 12 de março). Quem diria... Só não cresceu muito, coitado, embora aparente boa saúde.

Um comentário:

Conrado Falbo disse...

eita, vais sair daqui? espero que pra um lugar tão bonito quanto!
;-)