6 de nov de 2007

Os sentimentos
são seres nus que enredam seus corpos lisos entre trevas cultivadas.
Ciúme e ira se tocam, perversamente.
Amor e ódio envolvem-se em carícias contínuas,
inocentes.
A mentira, a verdade, mescladas, semeam dor.
Um mesmo turbilhão te cega.
Palavras são inúteis: não dizem nada.


----------


Às vezes chego num ponto tal de chatidão que nem eu mesmo me suporto. A única coisa que aprecio nesses momentos é que gosto do que escrevo. Aí eu melhoro.

Humpf, humpf, humpf.

Melhora, coisa (porque é muito fácil ser insuportável).

Entender o mundo não leva a nada. Melhor ver fotos antigas da Sandra Bréa. Uma mulher do tempo em que não havia silicone, botox e lipo. Nem malhação! Não colo o link das fotos por pudor, vocês que as procurem no São Google, humpf. O Maio não é De Utilidade Pública!

Vai aí só uma fotinha para fazer graça.


Nenhum comentário: