7 de abr de 2007

Páscoa

Ok, ok.
Ando mesmo meio avessa a posts comemorativos. Porém sou uma pessoa educada (até parece), portanto:

Boa Páscoa a quem desejou-me o mesmo.
Boa Páscoa a quem não o fez (até porque eu mesma não o fiz a ninguém, daí que estamos quites).
Mas pouco chocolate, que esse negócio é ótimo e péssimo, ok?
Há três ovos na geladeira e um por chegar, mas tenho resistido bem já que doces não são meu forte.

Portanto, flores. É, flores. Imaginem que tem uns ovinhos escondidos por aí, dos pequenos, ok?



Hummm... Pensando bem, do jeito que é grande esse campo, e vocês vão andar tanto, ok, ok, que sejam grandes e imensos ovos. Desses de 750gr. Ó céus, que barbaridade.

Recados.

Seu Jôka: tá dando chabu quando tento comentar na sua Avenida. Deve ser a lata véia aqui de casa. Mas, sim, a Cindy ficou uma gata de Coelhinha da Páscoa. Sabe que temos uma gata que deve ser irmã siamesa da Cindy? Priscila. Exceto pelo rabo, que o rabo da Priscila é um estouro, imenso e frocado, lindíssimo. Além do que, a Cindy me parece muito mais educada que a Priscila, a Priscila é meio bandoleira, é dessas que pode sair demais de casa toda hora, direito ambulatorial, entende? Só que ela não mora conosco, claro, mas com a vovó (digamos que ela é um bicho virtual que temos), pois se assim fosse ela já teria fugido pelo pé de mulungu, e eu odeio tela de proteção, já tirei a tempo a da varanda, desde que a filhota criou juízo.

Dona Luci: no seu caso, não consegui fazer o primeiro comentário de um post, por que será? De qql forma, era só para dizer que não sei quem é esse Michael que você falou, juro. E ainda sobre gatos: eu já tive uma gata preta, linda, chamada Piná. Faz uns vinte anos isso. Ela vivia na terra dos gatos, a casa da vovó. Ela era um estouro, a Piná era...

Nenhum comentário: