28 de mai de 2007

Ao que Chegou (porque a vida sempre chega)



O ovo

Oculta-se no ovo
a quentura do novo,
o avesso do frio,
o encanto macio
do sol fazendo "piu".
Entre a gema e a clara
A finura do fio
Da vida que não se viu.

Essa é minha e dela, ninguém tasca.

Nenhum comentário: