1 de ago de 2006

Recado para si mesma - e para quem aqui passar.



Viva.
Desamarre as desnecessidades.
Visualize apenas o que realmente importa.
Desfrute das benesses da natureza.
Corra, caminhe em meio a elas.
Dê espaço ao corpo que te foi ofertado.
Ame aos seus.
Ame aos que te amam.
Ame aos que amas.
Recolha os pequenos males inúteis que te tentam assolar.
Busque saídas, não importa quais.
Esqueça dos preconceitos ao procurá-las.
Reze.
Seja benzida, rezada, ungida.
Ouça música.
Relaxe, renove-se, revigore-se.
Afaste o lodo.
Afaste a dor.
Eles não levam a nada.
Observa tuas posses,
da terra, do ar.
Viva a vida que ela está cá para ser vivida.
Basta um pequeno passo.
E principalmente:
TENTE SER DIVERTIDA.
Por ninguém aguenta gente sorumbática.
Nem mesmo você se aguenta, desse jeito, Maria.

Nenhum comentário: