18 de dez de 2015

Amado mais
Chorado mais
Arriscado mais e até errado mais
Feito o que eu queria fazer
Aceitado as pessoas como elas são

Complicado menos
Trabalhado menos
Me importado menos com problemas pequenos
Morrido de amor
Aceitado a vida como ela é

O acaso há de me proteger enquanto eu andar distraído

Nenhum comentário: